Terca-Feira, 24 de Novembro de 2020

Senador de Mato Grosso quer fim da prova de admissão da Ordem Dos Advogados do Brasil




COMPARTILHE

O senador José Medeiros (Pode-MT) criticou a obrigatoriedade da aplicação de exame após a conclusão do curso de direito para que o formado possa exercer a profissão de advogado. O senador citou a disposição constitucional de que todos são iguais perante a lei para afirmar que provas desse tipo deveriam ser extintas.

Para Medeiros esses exames só servem para permitir o controle de mercado por parte de corporações como a OAB. José Medeiros defendeu maior transparência nas prestações de contas da ordem e que o Parlamento defina claramente a personalidade jurídica da OAB, se entidade privada ou pública.

— Essa OAB é um conselho como qualquer outro, precisa começar a prestar contas. É o maior arremedo jurídico que eu já vi é a personalidade jurídica da OAB: ela não é pública e nem é privada. Porque no momento de ela ser fiscalizada como um conselho ela tem personalidade privada, não pode ser fiscalizada.

 No momento dela pagar imposto então a personalidade é pública. Aí ela não paga imposto. É um bando de vestais que vivem com o dedo apontado pra cima de todo mundo e não querem prestar contas. Então nós precisamos, como Parlamento, fazer o Estatuto da Advocacia brasileira ficar sob a Constituição brasileira.


Autor: Geraldo Magela com Agência Senado


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias