Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

Triângulo amoroso envolvendo policial e ex-vereador causa polêmica em cidade do sul do Pará




COMPARTILHE

Alunos da 12ª turma de Direito da Faculdade Fesar, em Redenção, reuniram na noite desta quarta-feira (19) em frente a instituição acadêmica, reivindicando  respostas da demissão repentina de dois professores: Lorena, de direito constitucional, demitida na última sexta-feira (14); e  Jefter Pessoa, demitido na terça-feira (18).

Vários papéis foram colados nos portões, grades e prédio da Faculdade com as seguintes frases. “Por que Lorena foi demitida?”; “Fazemos direito para fazer justiça, voltem Lorena e Jefter”.

Além dos panfletos, os acadêmicos tentavam chamar atenção da direção da Faculdade, com apitos, gritos e música com o seguinte refrão: ” Eu já falei, vou repetir queremos Jefter de novo aqui”. Segundo os acadêmicos de direito, o professor teria sido demitido da instituição por motivos fúteis e a faculdade focado somente no lado pessoal e não o profissional.

Polêmica -  Além de professor de direito de processo penal, Jefter exerce a função de escrivão na Delegacia de Polícia Civil de Redenção. Nesta semana, foi amplamente divulgada uma polêmica envolvendo o nome do professor e do ex-vereador Elcir Lustosa.

Tudo começou quando o professor passou a ter um relacionamento amoroso com uma estudante de direito da faculdade onde ele dá aula, a qual seria ex-namorada de Elcir. O ex-vereador, inconformado com o término do relacionamento, procurou a instituição na última segunda-feira (17) e já na terça-feira o professor foi demitido. “Com certeza a minha saída da faculdade tem alguma ligação deste homem, pois ele foi visto aqui e e em seguida houve o meu desligamento sem nenhum motivo. Me sinto extremamente injustiçado pelo que ocorreu”, relatou o professor.

Nesta quarta-feira (19) um áudio de Elcir Lustosa viralizou nas redes sociais, onde o mesmo chama o professor de direito de “moleque” e diz que ele nunca mais terá paz. “Moleque. Moleque como você rapaz. Tu é um cabra sem vergonha, sabia? Tu pensa que algum dia tu vai ter paz namorando minha namorada? Você é um professorzinho vagabundo. Tu mexeu com um cabra errado, viu seu agentezinho de polícia sem vergonha. Arma pra cima de mim seu moleque que eu tenho todas as preventivas contra você, seu policialzinho safado”, diz trecho do áudio do ex-vereador.

Segundo Jefter, foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Redenção um Boletim de Ocorrência contra o ex-vereador e pediu medida protetiva para ele e a atual namorada. Nossa reportagem procurou o ex-vereador para ouvi-lo sobre as denúncias que pesam sobre ele. Elcir Lustosa garantiu que não tem participação ou ligação no desligamento do professor da faculdade em que trabalhava. E com relação ao áudio viralizado nas redes sociais, alegou que há quase cinco meses o professor Jefter teria lhe enviado uma mensagem e ele ligou de volta, xingando-o. Porém somente agora veio a ser divulgado.

O ex-vereador finalizou dizendo que tudo isso que está acontecendo são apenas “fofocas e que não tem tempo para elas e lamenta que amigos e parceiros estejam levando isso adiante. “No momento, estou ocupado em busca de projetos para a região”, disse. A Faculdade Fesar não se pronunciou sobre o desligamento dos professores Jefter Pessoa e Lorena.


Autor: AMZ Noticias com Z Dudu


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias