Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

Ataque cibernético à Prefeitura de Santa Terezinha compromete dados e causa prejuízos




COMPARTILHE

Um ciberataque feito por criminosos ainda não identificados comprometeu informações públicas da prefeitura da prefeitura de Santa Terezinha-MT, no dia 24 de março. Um vírus recebido via internet criptografou dados dos setores de contabilidade, tributação, contas, recursos humanos, licitações, contratos e o acervo de leis, todo o sistema ficou sem acesso durante 4 dias, causando prejuízos aos trabalhos com perca de dados contábeis importantes, bem como o município não pode arrecadar tributos e nem expedir qualquer nota fiscal.

Um servidor ao tentar abrir o sistema pela manhã de 24 de março, o sistema estava bloqueado e visualizando apenas uma mensagem na tela do computador com um e-mail para entrar em contato. Todo o sistema de bancos de dados estava bloqueado não tendo acesso ao servidor central.

A prefeitura, como tinha feito um Backup no dia 09/03 e o Departamento de TI disponibiliza de backups semanais destas informações, já foram feitos todos os ajustes e instalação do novo servidor para prosseguir os trabalhos rotineiros da administração que voltou a funcionar nesse dia 01 de abril. Ao todo, 200 gigabytes de dados digitais foi criptografado e não pode ser acessado. Aos Dados que a prefeitura não tinha backups foi contratada uma empresa especializada para análise de recuperação dessas informações criptografados.

A técnica usada é conhecida como ransomware: um tipo de “sequestro” de informações, no qual os criminosos exigem o pagamento em moedas virtuais (no caso, os Bitcoins) para liberar o acesso aos dados armazenados em computadores. Na ocasião, os bandidos pediram 4.000,00 USD a serem convertidos em Bitcoins, o que equivale a R$ 15.429,00 conforme a cotação do dia.

Não se sabe também ainda como o sistema foi rackeado, pois todos os computadores da prefeitura que acessa o servidor com o banco de dados têm antivírus instalados, bem como o próprio servidor, más ações que parecem simples podem ser iscas para um futuro atentado à segurança digital.

Links com ofertas de produtos muito abaixo do preço, e-mails com assuntos suspeitos e outros atrativos podem comprometer todo o funcionamento de um órgão público ou empresa, podendo o código criminoso ter sido instalado em algum dos computadores utilizados pelos servidores que abriram algum arquivo ou e-mail com a armadilha contendo o código junto. A Prefeitura fez Boletim de ocorrência um dia após o ocorrido e todas as medidas estão sendo tomadas para regularizar a situação.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias