Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Ex-prefeito João Cleber lidera pesquisa de opinião pública para prefeito em São Felix do Xingu




COMPARTILHE

Faltando mais de um ano de seis meses para acontecer as eleições majoritárias e para o cargo de vereador na cidade de São Felix do Xingu, no sul do Pará, o ex-prefeito João Cleber, aparece bem nas pesquisas eleitorais.

Uma pesquisa feita no início do mês de abril pelo Instituto Destaque e Pesquisa, apontou o ex-prefeito João Cleber como sendo o principal candidato na preferência do eleitorado xinguense. João Cleber que é filiado ao MDB, aparece com mais de 60% na intenção de votos.

O percentual é semelhante na pesquisa estimulada, aquela em que os nomes são apresentados ao entrevistado, como na espontânea, onde o eleitor cita o nome do candidato.  A atual prefeita Minervina do PDT, que nas eleições de 2016, derrotou o prefeito João Cleber (MDB), com mais de 62% dos votos, aparece na 2ª colocação, mas, muito distante de João Cleber, com apenas 10% de intenção de votos.

O instituto Destaque entrevistou 400 pessoas, distribuídas na área rural e urbana do município. A margem de erro da pesquisa é de 3,5% para mais ou para menos.  O nível de rejeição da atual prefeita é quase de 70%. Dos 400 entrevistados 69% disseram que não votariam mais na atual prefeita caso as eleições fossem hoje.

O percentual de rejeição da prefeita Minervina é bem maior da porcentagem de votos que levaram ela a ocupar o cargo de gestora nas eleições de 2016, pois 69% dos entrevistados, disseram que não votariam mais na atual. Dos entrevistados 43% disseram que votaram nas eleições de 2016 na prefeita Minervina, mais que não votariam nela caso ela seja candidata à reeleição.  


Autor: AMZ Noticias com Jeso Carneiro


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia