Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020

Estudo aponta que Xinguara é o município que comercializa o gás mais caro no Pará




COMPARTILHE

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) no Pará divulgou balanço, com base em dados Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), apontando que o preço do botijão de gás de cozinha de 13 kg foi comercializado no último mês em média a R$ 76,39, com o menor preço a R$ 65,00 e o maior a R$ 110,00.

A entidade aponta que até maio quem ganhava um salário mínimo (R$ 998,00) e gastava em média cerca de R$ 76,39 no consumo mês de um botijão de gás sofria impacto de 7,65% por mês.

O preço do produto voltou a apresentar aumento, de 0,34%, no mês passado. No ranking nacional o preço médio é o sexto mais caro entre os estados da região Norte e o sétimo mais caro do país. O estudo também analisou o valor do gás de cozinha de 13 kg comercializado em Belém e nos demais municípios do Estado do Pará.

Na capital, no mês passado, o preço médio do botijão foi de R$ 69,33, com os preços variando entre R$ 65,00 e R$ 85,00. Xinguara foi o município que em média comercializou o produto mais caro, custando R$ 95,90, seguido de Paragominas (R$ 93,33), Altamira (R$ 90,80), Redenção (R$ 90,25) e Itaituba (R$ 87,33). 


Autor: LucianaMarschall - CorreiodeCarajas


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias