Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020

Mato Grosso registra vendas de etanol com volume recorde e alta de 23% em relação a 2018




COMPARTILHE

As vendas de etanol hidratado, em Mato Grosso, registraram recorde nos cinco primeiros meses desse ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que o volume comercializado passou de 316,05 milhões de litros para 390,38 milhões de litros, alta de 23,5%.

O biocombustível é a matriz que mais cresce na preferência do consumidor mato-grossense, impulsionado pelos preços mais acessíveis – em comparação com a gasolina – em razão da moagem da cana estar a plena carga, bem como, pela ampliação da oferta do produto originado do milho. Somente em maio foram 81,56 milhões de litros, avanço de quase 40% na comparação com igual mês do ano passado, quando as vendas somaram 58,39 milhões de litros. Maio consolidou recorde histórico para a série para o etanol mato-grossense.

Nessa ascensão do hidratado, a gasolina vem perdendo mercado. Maio, com 40,43 milhões de litros, registrou o pior resultado para o mês em nove anos. Nos cinco primeiros meses de 2019 o volume comercializado somou 199,40 milhões de litros, queda de 12,5% quando comparado ao volume movimentado em igual acumulado do ano passado, 227,96 milhões de litros.

O óleo diesel fechou o período com vendas ampliadas em 5,2%, ao totalizar 1,16 bilhão de litros. De janeiro a maio foram 1,10 bilhão de litros comercializados. Somente em maio foram 214,37 milhões de litros, o melhor momento para o mês em cinco anos conforme a série da ANP para o Estado.

MT – Considerando as três principais matrizes consumidas no Estado – etanol, gasolina e diesel – a comercialização de combustíveis cresceu 6,4% de janeiro a maio desse ano ante o mesmo momento do ano passado. Foram 1,87 bilhão de litros em 2019 e 1,76 bilhão em 2018. Analisando a movimentação do setor em maio, o mês registrou alta de 24,72% sobre o mesmo período do ano anterior, de 289,78 milhões de litros para atuais 361,44 milhões de litros.

O comportamento do mercado no Estado superou o desempenho - mesmo que positivo - do registrado pela ANP na média nacional, com alta de 4,9%. Foram consumidos nos cinco primeiros meses desse ano 56,40 bilhões de litros ante 53,75 bilhões de litros de igual momento do ano passado. 


Autor: AMZ Noticias com Diário de Cuiabá


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias