Segunda-Feira, 09 de Dezembro de 2019

Fechada há 04 meses, Santa Casa de Cuiabá deve ser reaberta até o final de julho




COMPARTILHE

Fechada desde março deste ano, a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá deve ser reinaugurada na próxima terça-feira (23), segundo o governo do estado. A unidade filantrópica teve suas portas fechadas em função de uma crise financeira, teve a gestão assumida pelo governo do estado e passou a se chamar Hospital Estadual Santa Casa.

A solenidade de reinauguração deve acontecer a partir das 9h30 [horário de Mato Grosso] e contar com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.O atendimento da população, porém, não deve ser feito de imediato. Após a inauguração, segundo o governo, será necessário ainda um prazo de ao menos dois dias para cumprir os procedimentos de desinfecção.

Mais de 250 funcionários das áreas de enfermagem, administrativa, fisioterapia, nutrição clínica, maqueiros, psicologia e assistente social. Desse total, 101 eram funcionários da antiga Santa Casa. Os antigos servidores estão sem receber os salários desde outubro do ano passado. Veja o que aconteceu na Santa Casa de novembro de 2018 a junho de 2019:

• Novembro de 2018: Santa Casa entra em crise e funcionários fazem greve por falta de pagamento dos salários;

• Dezembro de 2018: Funcionários realizam manifestação em frente a Prefeitura de Cuiabá para reivindicar a liberação de uma emenda de R$ 12,4 milhões;

• Janeiro de 2019: Antônio Preza renuncia a presidência devido à grave crise financeira. O médico Carlos Coutinho assume a gestão;

• Março de 2019: Internações são suspensas e direção alega falta de repasse de R$ 3,6 milhões, por parte da prefeitura,

• Abril de 2019: Carlos Coutinho deixa o cargo de presidente. Luis Felipe Saboia assume presidência;

• Maio de 2019: Governo de Mato Grosso assume a administração da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá e a Justiça, o governo e a ALMT firmam acordo para pagar funcionários;

• Junho de 2019: Governo decide pagar em seis parcelas salários de servidores em atraso há 8 meses.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia