Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020

Ex-secretário de Segurança Pública do Governo Taques terá que usar tornozeleira




COMPARTILHE

O ex-secretário de Segurança Pública e delegado aposentado, Rogers Jarbas, será monitorado por tornozeleira eletrônica a partir da tarde de segunda-feira (18). Pesa contra ele a acusação de obstruir as investigações da grampolândia pantaneira.

A determinação é do juiz da 7º Vara Criminal, Jorge Tadeu. Apesar de ter negado o pedido da força-tarefa da Polícia Civil, que investiga o caso, o juiz entendeu a necessidade das cautelares. O equipamento será ligado no Fórum de Cuiabá. 

Além do monitoramento eletrônico, Jarbas deve estar em casa todas as noites, seja nos finais de semana ou feriados. Ele também está proibido de se aproximar de outros investigados. Desde o mês passado, Rogers está aposentado da função de delegado. Ele está com 45 anos e foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MPE) por ameaçar outro delegado, Flávio Stringueta, em um supermercado da Capital em março de 2018.

Stringueta era responsável pela Operação Esdras, que resultou na prisão de Jarbas em 2017, quando se iniciou a investigação dos grampos telefônicos clandestinos que vinham sendo feitas pela estão gestão estadual. Na época, ele também foi acusado de obstruir as investigações, já que atuava como secretário de Estado de Segurança Pública do governo Pedro Taques (PSDB).

 


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias