Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020

Governo do Pará decide cumprir piso nacional do magistério e dará aumento aos professores




COMPARTILHE

Pela primeira vez na sua história, o Estado do Pará pagará aos professores a remuneração de acordo com o piso nacional do magistério. O governador Helder Barbalho confirmou neste sábado, 21, que enviará à Assembleia Legislativa (Alepa) na segunda, dia 23, um projeto de lei concedendo mais 2,17% de reajuste. Com os 2% concedidos em abril, o aumento total fica em 4,17%, como determina a legislação do Piso Nacional.

"Poder investir em educação é cumprir uma missão essencial de Governo. Temos a obrigação de dar as condições para que o futuro dos nossos alunos seja de vitória. Isso é o reconhecimento do quão importante é a motivação dos nossos professores. Mas também só é possível porque estamos tratando com responsabilidade o equilíbrio das contas públicas", anunciou Helder Barbalho neste sábado, durante uma agenda em São Caetano de Odivelas. A valorização do professor é objetivo fundamental para a melhoria da educação dos alunos.

A decisão representará um impacto de R$ 50 milhões por ano na folha da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O reajuste integral à categoria não é concedido desde 2015. Por conta do encerramento dos trabalhos do Legislativo para o ano de 2019, marcado para o dia 23, o projeto só deve ser votado em fevereiro de 2020. No entanto, já foi confirmado pelo Executivo que o aumento, assim que aprovado, será retroativo a janeiro.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias