Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

Jovem acusado de participar de homicídio em 2017 em Confresa é solto pela justiça




COMPARTILHE

A juíza da Comarca de São Félix do Araguaia, Janaína Cristina de Almeida, que atualmente responde pela Comarca de Porto Alegre do Norte e Vila Rica, revogou na quarta-feira, (22), a prisão preventiva de Diogo Pereira da Silva que é acusado de participar de um homicídio em 2017 no município de Confresa.

O acusado estava preso há quatro meses e as três vezes em que foi ouvido tanto na Delegacia durante as investigações quanto em juízo, negou ser autor do crime em que vitimou o jovem Carlos Cardoso Figueiredo Ribeiro, 19 anos, no mês de novembro de 2017.

O juízo da Terceira Vara Criminal de Porto Alegre do Norte, onde tramita a ação penal, já havia aceitado tese da defesa feita pelo advogado Armando Martins, no sentido que houve a quebra ilegal do sigilo telefônico do acusado, uma vez que foi feita sem a necessária ordem judicial.

Segundo a defesa, existem contradições entre os depoimentos de testemunhas. A defesa questiona ainda por meio de habeas corpus no Tribunal de Justiça em Cuiabá, o cerceamento de defesa, em razão da necessidade de acareação entre acusado e testemunha bem como a oitiva de testemunha ocular dos fatos, que já havia sido deferida anteriormente pelo juízo, e que foi indeferida posteriormente de forma “genérica”.

Com a decisão, Diogo Pereira deverá cumprir algumas condições, como comparecer aos atos do processo, manter endereço atualizado, proibição de se ausentar da Comarca por mais de 15 dias sem autorização. A Promotoria de Porto Alegre do Norte se mostrou contra a decisão da magistrada.

O Caso -  O jovem Carlos Cardoso Figueiredo Ribeiro, 19 anos, mais conhecido no meio policial por “Carlinhos” tinha uma vasta ficha criminal que começou a ser preenchida aos 12 anos de idade com pequenos furtos e brigas no município de Confresa.

O corpo de “Carlinhos” foi localizado por populares que avisaram a Polícia Civil. O jovem teria sido assassinado a pelo menos 48hs antes de seu corpo ser encontrado. O cadáver já estava entrando no estado de decomposição, foram encontrados sinais de perfurações causadas por arma branca. As motivações do homicídio ainda são investigadas pela PJC de Confresa, mas o crime tem características de execução informou a polícia.

“Carlinhos” ainda quando menor e outros adolescentes praticaram inúmeros furtos de motocicletas em Confresa, as motos eram levadas para o Distrito de Espigão do Leste onde eram vendidas ou desmanchadas. Em uma noite o grupo chegou a furtar 8 moto. A Polícia Civil de Confresa está investigando o caso que ainda tem poucas pistas.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias