Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

Palmas decreta situação de emergência na saúde local e suspende aulas e shows




COMPARTILHE

O governo Municipal de Palmas, capital do Tocantins, decretou no final da tarde deste sábado, 14, situação de emergência em saúde pública no Município de Palmas, em resposta às medidas de enfrentamento à pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19). O Decreto foi publicado no Diário Oficial do Município.

O decreto estabelece que a partir deste sábado, 14, ficam suspensos os eventos em locais de concentração de massa, inclusive àqueles já autorizados pelo Município. A medida também suspende as aulas na rede pública municipal e as atividades do Centro de Criatividade da Fundação Cultural de Palmas, as aulas e apresentações da Orquestra e Coral Jovem da Guarda Metropolitana, medidas que podem ser reavaliadas a qualquer momento.

“Embora Palmas não tenha nenhum caso de contaminação confirmado pelo novo coronavírus, a medida tem caráter cautelar e é mais uma estratégia para conter a disseminação da doença, que é infecciosa e transmitida pela via respiratória”, explicou o secretário Municipal da Saúde, Daniel Borini Zemuner. Até este momento, Palmas tem dois casos suspeitos notificados ao Ministério da Saúde e quatro suspeitos, em monitoramento.

A Prefeita também ativou o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE-Palmas Covid-19), que é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, para monitoramento da emergência em saúde pública declarada e que já realizou sua primeira reunião na tarde deste sábado.

O COE é uma estratégia prevista nos protocolos do Ministério da Saúde e é ativado pelos entes públicos em situações de emergência. É competência do COE-Palmas Covid-19, modificar ou alterar medidas referentes ao enfrentamento da proliferação do novo coronavírus, de acordo com a evolução do cenário epidemiológico.

Desde o último dia 28 de janeiro, o Município de Palmas está com seu Plano de Contingência montado, o que significa que a Rede Municipal de Saúde está apta a executar o fluxo e processos de trabalho relacionado ao novo coronavírus, caso haja necessidade. Desde essa data, todas unidades municipais de saúde - Centros de Saúde da Comunidade (CSCs) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) - são portas de entrada para qualquer atendimento relacionado ao novo coronavírus, com isolamento e protocolo específico, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

Por se tratar de um público com bases epidemiológicas e faixa etária mais suscetível, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em conjunto com a Semus, suspenderam na última sexta-feira, 13, as atividades do Parque da Pessoa Idosa pelos próximos 15 dias.

Além de monitorar todos os casos suspeitos, a Semus está acompanhando permanentemente o quadro epidemiológico de Palmas, e se houver necessidade, as medidas e o protocolo serão revistos a qualquer momento. O decreto se manterá até que o estado de emergência causado pelo novo coronavírus (Covid-19) perdure, podendo sofrer alterações de acordo com a evolução do cenário epidemiológico.


Autor: AMZ Noticias com RobertaT1


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias