Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020

Demanda externa por carne in natura brasileira melhora com retorno da China às compras




COMPARTILHE

Em meio à crise causada pela pandemia mundial do corona vírus, as referências para a arroba do boi gordo no estado do Mato Grosso, tem registrado valorizações nos últimos dias.

Um dos fatores que tem contribuído para este cenário, é a retomada da China as compras de carne bovina in natura brasileira que aceleraram nos últimos três dias.

Segundo o Diretor Regional da Acrimat, Neto Gouveia, as plantas frigoríficas no estado estão ofertando preços melhores para a arroba do boi gordo. “As indústrias já estão comprando com os novos valores de R$ 190,00/@, porém a cotação que antes estava em R$ 210,00/@ chegou a ter ofertas de preços em R$ 170,00/@ e isso deixou o mercado muito caótico”, relata.

Com relação aos custos de produção, a liderança destaca que a alimentação dos animais estão muito elevadas e o preço da arroba precisa acompanhar. “A proteína vermelha estava caminhando diferente das demais, isso é um grande problema. Nós precisamos da proteína vegetal para fazer a engorda e estávamos pagando muito caro, enquanto, a carne estava desvalorizada”, aponta.

Algumas indústrias no estados entraram em férias coletivas para evitar a disseminação do novo coronavírus e por falta de oferta de animais. “Com a recuperação dos preços, a cadeia volta a se recuperar e as seis indústrias, que estavam paradas, devem começar a retomar as atividades nos próximos dias”, comenta.

 


Autor: AndressaSimão com NotíciasAgrícolas


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias