Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020

Equipes do Sema retiram 240 metros de redes de pesca predatória no rio Araguaia




COMPARTILHE

Equipes de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso realizaram nos últimos dias (04 e 05 de abril) ações de combate a pesca predatória.

No Norte Araguaia de Mato Grosso, a Diretoria de Unidade Desconcentrada da Secretaria de Estado de Meio Ambiente em Confresa se uniu à prefeitura de Luciara (a 1.170 km de Cuiabá) e à Polícia Militar para orientar turistas e pescadores sobre a proibição de atividades turísticas na região conforme decreto municipal (n. 012/2020). Durante a patrulha fluvial, foram retirados 170 metros de redes do rio.

Já em Barra do Garças, a regional da Sema no município retirou 70 metros de redes também do rio Araguaia. A rede é considerada um dos instrumentos de pesca predatória mais nociva aos estoques pesqueiros, tendo em vista que o apetrecho retira uma grande quantidade de uma só vez.

As atividades de fiscalização ambiental, que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causara por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento.

De acordo com artigo 8o., inciso XXVI, do decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo numero 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias