Terca-Feira, 02 de Junho de 2020

Números mostram que a cada 05 dias, uma mulher é assassinada em Mato Grosso




COMPARTILHE

Uma mulher foi morta a cada cinco dias em Mato Grosso, somente nos primeiros 111 dias de 2020. Mais de 90% dos casos são registrados como feminicídio.

Os números absurdos apontam para crimes brutais: a maioria das mulheres foi morta por ex-maridos, ex-companheiros, namorados e ex-namorados. Os motivos, quase todos, são a não aceitação da separação.

Em um dos casos, um garoto de apenas 15 anos matou a namorada, ao desconfiar que ela estava grávida. Os números da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) apontam que 17 mulheres foram mortas entre o dia 1º janeiro e 31 de março deste ano.

Já os números levantados pela reportagem contabilizaram mais quatro mulheres mortas nos 20 dias do mês abril. Ou seja, em 111 dias de 2020,  21 mulheres foram assassinadas de maneira brutal - a maioria dos casos, no interior de Mato Grosso.

OS NÚMEROS - Em todo ao ano de 2019, a Polícia Civil registrou e investigou 87 assassinatos de mulheres. Em 39 casos, as mortes foram registradas como feminicídio. De janeiro a abril de 2019, a Polícia registrou a morte de 14 mulheres.

De janeiro a 20 de abril (menos 10 dias), foram 21 assassinatos tendo como vítimas as mulheres. Em todo o ano passado, segundo os números oficais da Sesp, a média de mulhres assassinadas chegou a 4,2 por mês. Neste ano, em 111 dias, a média já chega a cinco mortes a cada cinco dias.

CASO MONSTRUOSO - A perversidade de uma adolescente de 15 anos marcou uma quinta-feira, o dia 2 de abril deste ano, na Avenida Curitiba, no Jardim Itália, cidade de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá). A menina identificada como Anna Luiza Nunes do Carmo, de 13 anos, foi encontrada morta por estrangualamento, em um terreno baldio.

O crime parecia misterioso, mas a Polícia Civil desvendou o mistério em menos de 48 horas. Uma mensagem de um garoto de 15 anos para a irmã de Anna Luiza levou a Polícia até o autor do crime.

Descoberto, o acusado confessou que matou porque suspeitava que a namorada estava grávida. O menino disse que namorava seriamente outra menina e que, se descobrissem que Anna estava grávida, seu relacionamento com a outra namorada paderia ser desfeito.

O delegado Nilson Farias, da Polícia Civil de Sorriso, chefiou as investigações que levaram até o autor do feminicídio. A Policia espera o resultado de exames para saber se Anna estava mesmo grávida. Se der positivo, o adolescente vai responder por crime de duplo asssassinato.    


Autor: Téo Gomes com Diário de Cuiabá


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias