Domingo, 31 de Maio de 2020

Ministro fica irritado com aumento concedido para servidores em cargo de confiança de Mato Grosso




COMPARTILHE

A CNN Brasil revelou nesta segunda-feira (18) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, ficou irritado com o fato dos governos estaduais aproveitarem o período entre a aprovação e sanção do projeto de socorro aos estados e municípios para dar aumento aos servidores.

O apresentador Reinaldo Gottino citou como exemplo da irritação com o caso de Mato Grosso em que um grupo de servidores, entre presidentes de autarquias, fundação e reitor da Unemat terá aumento de quase 100% nos salários.

Segundo a CNN, Guedes ficou irritado e pede que o governo sancione logo a lei para impedir que mais estados aproveitem o período para aprovar novos aumentos para servidores.

No projeto de socorro aos estados, há previsão de congelamento do salário dos servidores até 2021. A Assembleia Legislativa aprovou na semana passada, por 13 votos a favor e 11 votos contra o pedido do governador Mauro Mendes (DEM), o aumento de salário apenas para o seleto grupo de servidores.

Durante a sessão, 11 deputados votaram contra o PLC 24/2020, alegando que agora não é tempo de fazer despesas, sendo eles; Delegado Claudinei (PSL), Ulysses Moraes (DC), Elizeu Nascimento (DC), Sílvio Fávero (PSL), Lúdio Cabral (PT), Carlos Avallone (PSDB), Dr. João Matos (MDB),  Xuxu Dal Molin (PSC), Thiago Silva (MDB), Valdir Barranco (PT) e Dr. Eugênio (PSB)

Os outros 13 deputados que votaram a favor do aumento previsto na PLC alegaram em sua maioria que os aumentos serão feitos após a pandemia, os 13 favoráveis foram; Dr. Gimenez (PV), Paulo Araújo (PP), Sargento Vidal (PROS), Romoaldo Júnior (MDB), Max Russi (PSB), Wilson Santos (PSDB),Sebastião Rezende (PSC), Janaína Riva (MDB), Oscar Bezerra, Valmir Moretto (Republicanos), Ondanir Bortolini – Nininho (PSD), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Eduardo Botelho (DEM).


Autor: AMZ Noticias com Gazeta Digital


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias