Domingo, 27 de Setembro de 2020

Vila Rica perde um de seus históricos personagens na luta contra o coronavirus




COMPARTILHE

A cidade de Vila Rica perdeu na noite desta segunda feira, dia 20 de julho um de seus mais folclóricos personagens, Orlindo Camilo Esteves, o Nego Doca.

Ele faleceu em Cuiabá, aos 90 anos de idade, onde estava internado numa Unidade de Tratamento Intensivo para tratamento da COVID19, e infelizmente na resistiu.

Pioneiro do Norte Araguaia, este mineiro chegou em Vila Rica em 1975, e foi por décadas casado com Dona Efigênia Camila Esteves, ja falecida, pai de 7 filhos, dois deles já falecidos Neuza Maria e Ademir Camilo, os demais filhos são figuras conhecidas na cidade, Ana Maria, Maria Auxiliadora, Juca Gonçalves, Regina Maria, a Regina da Xavante  e Geraldo Gonçalves, o Nato das Molas.

É quase impossível não contar os “causos antigos” Vila Rica e não ouvir neles alguma coisa envolvendo o Nego Doca, dono de uma personalidade e de um porte físico forte, também era um cidadão de sorriso largo e de boa conversa, e que trabalhou até os últimos dias.

Sobre trabalho dizia que não conseguia viver sem trabalhar, ele lembrava que na SERVAP empresa que deu origem a Vila Rica era um  meio que faz tudo , depois virou guarda noturno, nos últimos anos de sua vida fazia seu cantinho de rondas no Hotel Casa Verde, onde encantava as pessoas que frequentavam o conhecido hotel com seus causos.

Nas redes sociais tanto os moradores mais antigos, como os mais jovens prestaram mensagens de solidariedade ao pioneiro, que em vida, deixou inúmeras historias dentro do folclore popular da cidade.


Autor: AMZ Noticias com Evandro Carlos


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias