Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020

Série sobre a Ilha do Bananal produzida por profissionais do Araguaia será exibida em rede nacional




COMPARTILHE

A série intitulada, “O POVO QUE VEIO DO FUNDO RIO” será exibida em rede nacional pela Record TV e Record News Internacional em três episódios, no dia 08 de Agosto a partir da 7h45 da manhã.

Segundo a chamada da emissora, “Vamos contar um pouco das historias dos povos Carajás habitantes da Ilha do Bananal localizada no estado do Tocantins próximo a São Felix do Araguaia em Mato Grosso.”.

A serie mostra costumes, tradições e sustentabilidade, mostrados com riqueza de detalhes por meio de imagens de alta resolução captadas pela equipe do programa Rotas de Mato Grosso e foi produzida por uma equipe de profissionais com raízes na região Araguaia. 

A reportagem é conduzida por Genito Santos, com imagens dos fotógrafos e cinegrafistas Daniel Lucas, Gilberto Pereira, Aislândio Miranda e Luzemar Pereira. No primeiro episodio, o telespectador vai conhecer a beleza do artesanato do povo Carajás, a convivência harmoniosa dos indígenas com os animais selvagens.

No episodio será possivel dar um passeio pela historia da região, com uma visita as ruínas do luxuoso Hotel JK construído pelo presidente Juscelino Kubitschek na década de 1960. Vai saber um pouco da importância do presidente Jk na divulgação da cultura Carajás.

Os rituais, Aruanã e Hetohoky, serão o tema do segundo episodio. A reportagem vai mostrar em detalhes o evento cultural mais importante do povo Carajá. Suas danças, competições e ornamentos que dão um brilho todo especial a festividade. A preparação das crianças para a fase adulta, as lutas de tirar o folego entre os jovens indígenas e o encontro com os Aruanãs são alguns dos momentos marcantes do episodio.

Na terceira parte a equipe de reportagem acompanha o projeto de repovoamento das tartarugas do Araguaia em uma verdadeira maratona para chegar antes dos predadores aos ninhos das tartarugas, os ovos estão cada vez mais difíceis de serem encontrados. A espécie corre risco de extinção, ela faz parte do cardápio dos indígenas e ribeirinhos da região, mas também entra na disputa alimentar de repteis, animais selvagens e pássaros.

Durante a gravação a equipe de profissionais registrou todas as etapas do projeto, desde a procura dos ovos pela vasta região de São Felix, a transferência para o tabuleiro artificial, o nascimento dos pequenos animais até a soltura em locais considerados seguros para esta primeira fase de vida dos quelônios. 

A serie vai apresentar um cenário majestoso do Rio Araguaia, composto por dezenas de praias selvagens que abrigam diversos tipos de animais e pássaros. A reportagem também vai lançar um alerta sobre a depredação que vem ocorrendo ao longo dos últimos anos em toda a extensão do Rio Araguaia.


Autor: Central AMZ de Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias