Terca-Feira, 27 de Julho de 2021

Grupos ativistas denunciam a apresentadora Patrícia Abravanel por cometer crime de LGBTfobia




COMPARTILHE

Neste sábado (5/6), foram protocoladas duas denúncias de LGBTfobia contra o SBT e a apresentadora Patrícia Abravanel. Os processos partiram do Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e Gênero (GADVS) e pela Associação Brasileira de Mulheres LBTIs (ABMLTBI).

As denúncias são referentes às declarações polêmicas de Patrícia durante o programa Vem Pra Cá, na última terça-feira (1/6). Na ocasião, a apresentadora saiu em defesa de Rafa Kalimann e Caio Castro e afirmou que nem todos os LGBTs nascem dessa forma.

Além da frase, Patrícia também está sendo denunciada por ter debochado da sigla LGBTQA+. “Isso, somado ao fato de afirmar que algumas pessoas escolhem sua orientação sexual, fomenta um discurso de ódio contra essa população”, afirmou a advogada Luanda Pires, que registrou as denúncias, em entrevista ao portal UOL.

As denúncias foram encaminhadas à Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo e ao Ministério Público Federal. Ainda ao UOL, os grupos afirmaram que esperam que, tanto o SBT quanto Patrícia, respondam por seus atos. “Esperamos que os fatos sejam apurados, que haja retração e punição em forma de multas, que serão revertidas em prol de ações educativas em combate ao preconceito”, disse Luanda.


Autor: AMZ Noticias com Metrópoles


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias